sábado, 30 de dezembro de 2017

Quanto custa criar um filho...ou 4?


Aqui há uns anos, quando eu ainda era um jovem inconsciente, tive uma conversa com um amigo, muito mais ajuizado do que eu, em que ele me disse: 
"- Olha lá, tu que tens a mania que queres ter filhos, tens a noção de quanto é que custa criar uma criança?"
"- Eu não!! Porquê? É muito dinheiro?"
"- Olha que são dezenas de milhar..."
"- Tás louco!!! Então se eu tiver dois filhos, gasto 40.000 euros a criar 2 crianças, queres ver? Não pode ser!!

...

Pois... 2 filhos... era tão inconsciente...  

Vem isto a propósito porque, recentemente, começámos a achar, aqui em casa, que andávamos a gastar uma pipa de massa em supermercado. Para perceber o que é que se estava a passar resolvemos, durante um mês, guardar todos os recibos, de todas as compras que fizéssemos no supermercado. No final do mês só tínhamos de somar tudo e ficávamos com a noção exacta de quanto é que tínhamos gasto.

Passados, então, 30 dias, tivemos a seguinte conversa:

"-Tens ideia de quanto é que gastámos este mês?"
"- Não sei... 300 euros? ... Mais?"
"- Não tens mesmo noção nenhuma..."
"- Mais de 300 euros?? 400?"
"- 830 euros"
...
...
...
"- Não pode ser... Viste mal!! Alguma vez???? Viste mal!!!"
"-  830 euros"
"- Epá, como é que é possível????? O que é que comprámos??? Comprámos alguma coisa de especial??? Isto não pode ser!!!!!!"

O problema é que não comprámos mesmo nada de especial. Fizemos o que fazemos sempre...Não fizemos nenhum planeamento, não pensámos no sítio onde iríamos fazer as compras, não procurámos promoções... Simplesmente fomos comprando à medida das nossas necessidades e no local que nos era mais cómodo, em determinado momento.

É claro que quando estamos a falar de uma casa onde, por semana, se comem quase 80 peças de fruta, se bebem 12 pacotes de leite, se consomem 21 iogurtes e 12 rolos de papel higiénico, só para citar alguns exemplos, estas decisões de compras impulsivas assumem contornos catastróficos.

Assim sendo, a minha linda e mui organizada mulher meteu mãos à obra e elaborou uma completa e detalhada folha excel, onde registámos e planeámos as nossas compras semanais. Para além disso, mudámos o local das compras (deixámos o Continente e tornámo-nos clientes do Lidl) - isto só foi possível a partir do momento em que conseguimos planear e fazer as compras todas da semana no mesmo dia.

O resultado foi-nos muito favorável; baixámos dos 830 euros para perto dos 600 (150 euros/semana), o que não deixa de ser uma fortuna, mas creio que, com 4 putos, dificilmente conseguiremos baixar mais...

Folha Excel compras Pessoashians

Portanto, esta brincadeira do supermercado deixou-me a pensar se o meu amigo não teria razão...

Vejamos: 600 euros em supermercado, por mês, dá 100 euros por cada puto, ou seja 400 euros/ mês no total dos 4 putos. Mais 400 euros/mês em escola (atenção que nenhum anda numa escola privada!! Escola pública e IPSS para os dois mais novos!!!); mais 800 euros/ ano em livros e material escolar, para os 4; mais 500 euros/ ano em consultas médicas e medicamentos para os 4 (assumindo que se mantém sem grandes doenças como tem sido até agora); mais 600 euros/ ano em roupa e sapatos para os 4 (quero que as miúdas se lixem!!!! Não gasto nem mais um tostão!!!); mais 600 euros/ano em desporto, música e actividades extra-curriculares.

Vejamos então ao ano, quanto me custam os 4 filhos: 4800 (supermercado) + 4800 (escola) + 800 (livros e material escolar) + 500 (médicos) + 600 (roupa e sapatos) + 600 (extracurriculares) = 12.100 euros/ano
12.100 euros
12.100 euros
...
Assumindo que não chumbam ano nenhum, devem acabar o curso lá para os 24 anos.
Ora 24 x 12.100 euros = 290.400 euros
290.400 euros!!!!

A minha casa não vale tanto!!!!!

Podia comprar um Aston Martin com esse dinheiro!!!!

Simão, meu querido filho; meu único filho macho; meu único filho com hipóteses (largas) de ser um extraordinário jogador de futebol.... Simão, preciso de ti!!!!!